quarta-feira, 16 de julho de 2014

Texto: 1ª Sequencia de trechos do livro HÁ VITÓRIA EM CRISTO - Charles G. Trumbull

HÁ VITÓRIA EM CRISTO (Charles G. Trumbull)
Cristo oferece a qualquer pessoa – o poder de viver vitoriosamente sobre o pecado. Estou convicto de que muitos crentes, que confiam sinceramente no Senhor Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, e que por isso mesmo estão regenerados, apesar de tudo encontram-se presos e em paralisia, pois ainda não compreenderam a maravilhosa oferta de nosso Senhor. Estão victóriaparalisados, por pensarem erroneamente, como eu pensava, que a nós é que compete fazer aquilo que só Deus pode fazer.
Jesus, faz-nos duas ofertas, livrar-nos da penalidade devida pelos nossos pecados e também para libertar do poder do pecado. Ambas essas ofertas são feitas exactamente sob as mesmas condições: só podemos aceitá-las se permitirmos que Ele faça tudo.
Todo crente já aceitou a primeira oferta. Mas muitos crentes ainda não aceitaram a segunda oferta de Cristo. Tal como eu fazia no passado, julgam equivocadamente que têm algum papel a cumprir para que o pecado em suas vidas seja derrotado; que os seus esforços, sua vontade, sua determinação, fortalecidos e assessorados pelo poder de Cristo, é o caminho da vitória. Porém, enquanto acreditarem nesse erro, estarão condenados à derrota, da mesma maneira que estariam condenados a morte eterna se a sua salvação dependesse de cooperarem com Cristo a fim de que fosse paga a pena devida por seus pecados.
Um dia conversando com o Dr. Scofield, este falava sobre a experiência de altos e baixos de muitos crentes, que vencem um dia somente para sucumbirem ao pecado no próximo, confessando seus pecados e tentando obter a vitória novamente, e assim passando seus dias em desencorajamento e derrota, como se fosse uma experiência comum.
Como aceitou o leitor a oferta de Cristo, de liberdade e isenção da pena imposta contra o pecado?
Aceitou-a como presente gratuito. Pela fé permitiu que Ele fizesse tudo. Não aceitaria agora o leitor a oferta de Cristo de imediata e completa liberdade do poder de seus pecados conhecidos, sob as mesmas condições e agora mesmo? Trata-se de um milagre tão grande quanto o milagre da regeneração.
Mas é justamente essa a oferta que Cristo nos faz agora e aqui mesmo – libertação imediata e completa de todo o poder de pecados conhecidos.
“Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.” (Bíblia, I Romanos 8:2)
Não me compreenda mal. Não estou falando de qualquer ideia equivocada sobre perfeição.
Não é possível, a qualquer pessoa, ter uma transacção tal que possa afirmar: "Nunca mais poderei cometer um pecado". Esse milagre é sustentado e continuado, em nossas vidas, somente quando, momento a momento, exercemos fé em nosso Salvador, para receber uma vitória de momento a momento sobre o poder do pecado. Mas eis que Ele mesmo nos dará essa fé, e continuará a alimentar essa fé em nós, momento a momento. Podemos e devemos "confiar a Ele a nossa confiança".
Quais são as condições para essa vida vitoriosa?
Somente duas, e são muito simples. Rendição e fé. "Abandone todo esforço pessoal e entregue-se a Deus."
Alguns crentes ainda não se renderam incondicionalmente ao domínio de Jesus Cristo. Conforme disse o Sr. McConkey, já renderam seus pecados a Cristo, mas não sua vontade. Se na sua vida, neste momento, houver qualquer coisa que saiba estar refreando o Senhor, não deseja entregar agora tudo em Suas mãos? Não quer dizer-lhe, agora mesmo, que se volta para Ele, para o tempo e a eternidade, entregando tudo quanto possui e é, para que Ele controle completamente e use tudo conforme Seu querer? Cada hábito da vida, cada ambição, cada esperança, cada ente querido, cada possessão, e sua própria pessoa, prezado leitor – todas essas coisas precisam ser entregues a Ele, se Ele tiver de ser não só o seu Salvador, mas também a sua Vida.
Este é o primeiro passo, á primeira das duas condições.
caminhada
Mas isso ainda não é tudo. Talvez se tenha rendido dessa maneira há longo tempo, e agora se admira por qual razão não obteve a vitória pela qual ansiava. A razão disso é que a vida submissa não é necessariamente a vida vitoriosa. Não há vitória sem rendição, mas pode haver rendição sem vitória.
Talvez tenhamos abandonado todo esforço pessoal, porém, se não tivermos entregue a Deus o controle de nossas vidas, então a derrota será inevitável. Talvez não tenhamos ainda entendido que a operação da vitória tem de ser completa e exclusivamente obra de
Deus.
Pois depois de nos havermos entregue completamente, sem reservas, ao domínio do Senhor Jesus Cristo, então resta que nos lembremos que imediatamente tudo se toma responsabilidade d’Ele. E digo-o com toda a reverência – daí para diante será Seu dever manter-nos longe do poder do pecado. E Ele mesmo se comprometeu que assim faria, em Sua Palavra. "Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e, sim, da graça" (Bíblia, Romanos 6:14) "A minha graça te basta… " (Bíblia, 2 Coríntios 12:9)
Dessa maneira vemos que nosso Senhor tem esperado por nós, não para que oremos pedindo a Ele a vitória, mas para que O louvemos pela vitória recebida. Muitos crentes submissos adiam e impedem a vitória em suas vidas orando pela mesma, ao passo que Jesus espera que eles O louvem pela vitória e graça já garantida.
Ele nos declara que Sua graça já nos é suficiente, e que nossa parte consiste simplesmente de aceitarmos a Sua palavra, dizendo: "Agradeço-Te muito, meu
Senhor."
Por conseguinte, reivindiquemos todo o bendito milagre da Vida Vitoriosa agora mesmo, dizendo juntos esta simples sentença, sob oração, pensativamente, percebendo o tremendo sentido das palavras, louvando a Deus, em nossos corações, por expressarem a verdade:
"Sei que Jesus está satisfazendo todas as minhas necessidades agora mesmo, porque Sua graça é suficiente para mim."
A graça não compartilha com o homem qualquer coisa. A graça não é um esforço conjunto. Graça significa "Deus faz tudo". E tudo foi realizado para nós há dezanove séculos, muito antes de nascermos.
A graça exclui as nossas próprias obras, pelo menos no que tange a compartilhar da obra que a graça realiza.
"Mas ao que não trabalha, porém crê naquele que justifica ao ímpio, a sua fé lhe é atribuída como justiça." (Bíblia, Romanos 4:5) 
"Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo." (Bíblia, 1 Cor. 15:57)
Falamos muito sobre a graça de Deus, no entanto nos esquecemos do facto que a Vitória nos é dada. Ninguém precisa trabalhar para receber um presente nem tem alguém de participar da compra de um presente que lhe é oferecido.
féA fé de que precisam, para obter a vitória, é a mesma fé que exercem para sua salvação." Louvado seja Deus! Se você acredita em Jesus, como seu Salvador, então já possui toda a fé que necessária. Basta que o crente use a fé de que já é possuidor.
De certa feita nosso Senhor repreendeu os discípulos, quando Lhe rogaram que lhes aumentasse a fé. "Aumentá-la, para quê?" como que perguntou Ele.
"Ora, a fé do tamanho de um grão de mostarda é tudo que é preciso."
Se tivermos fé em qualquer grau – e com isso quero dizer, se cremos que Deus é fiel – então, calmamente, cessemos de nossas próprias obras e esforços na tentativa de conseguir a vitória.
Segundo alguém já disse, não estamos lutando para obter a vitória; mas estamos celebrando a vitória que já foi ganha para nós.
Cristo é muito mais do que uma promessa: Ele é um facto, a Rocha eterna sobre a qual podemos descansar sossegados em tudo. A graça de Deus é Cristo; e a graça de Deus, em Jesus Cristo, nos é suficiente. Quer o leitor agradecer ao Senhor Jesus, agora mesmo, pela vitória que Ele lhe deu?

Para complementar estou adicionando um dos capítulos, que publicarei abaixo, traduzido diretamente pelo Google Tradutor...O que significa não estar "perfeito" quanto à compreensão...Mesmo assim...è excelente o que este irmão traz de Deus para nós! Se alguém traduzir por favor compartilhe comigo!!! Graça e Paz!!  


Uma bênção estas mensagens no link(inglês):

VITÓRIA EM CRISTO - Mensagens sobre a Vida Vitoriosa - Charles G. Trumbull  
Copyright @ 1923 - A CATEQUESE Times Company PHILADELPHIA

CAPÍTULO I - Qual é o seu tipo de cristianismo? 
Em uma convenção de Voluntariado Estudante que tive o privilégio de assistir, nós que éramos felicitando-nos como sendo em terreno um pouco mais elevado do que o membro da igreja comum em que estávamos dispostos a gastar o nosso tempo, energia e dinheiro para participar de um missionário convenções e participação no programa de nosso Senhor para a evangelização do mundo, foram confrontado repetidamente, por meio de um alto-falante após o outro, com um pouco desconfortável pergunta: "É o seu tipo de cristianismo que vale a pena enviar para o mundo não-cristão?"
Não, "o cristianismo é a pena enviar?" Não há dúvida quanto a isso. Mas o que sobre o seu tipo? - o tipo que você mostrou por sua vida, esta manhã, ontem, na semana passada, no ano passado. É isso o que o mundo não-cristão está esperando, o que é necessário para revolucionar a vida lá?
Agora, há um tipo de cristianismo que vale a pena enviar para o mundo não-cristão. É do tipo que Jesus Cristo vive, do tipo que ele sempre viveu. E o cristianismo que CRISTO Si mesmo vive é o único tipo pena enviar. O tipo de salvação que Jesus oferece é a única salvação vale a pena oferecer a ninguém. Assim, o tipo de cristianismo que Jesus vive, momento a momento, é o único tipo de cristianismo que vale a pena viva. Às vezes são ajudados por pura coincidência entre nossa própria experiência e algum Passagem da Escritura. Lemos sobre um certo homem que havia trinta e oito anos, estava enfermidade, e de quem Jesus fez a pergunta: "Queres ficar curado?" E, em seguida, a quem, um momento depois, Jesus disse: "Levanta ... e anda. Imediatamente o homem foi feito todo ... e andou. "
Essa passagem tem um grande significado para mim. Pois eu sei que um outro homem que há trinta e oito anos estava em enfermidade de paralisia espiritual através de sua escravidão ao pecado, e que desejava ser feita todo; e para quem um dia nosso Senhor disse: "Levanta-te,. e anda" Eu era um menino de cerca de treze anos quando eu fiz primeira confissão pública de Jesus Cristo como meu Salvador; mas não foi até 25 anos mais tarde que eu nem sabia que Cristo ofereceu a ninguém nesta vida o poder que Ele não se oferecer para a vitória sobre o pecado. E eu estou convencido de que muitos cristãos, sincero crentes no Senhor Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, portanto, regenerado, nascido mais uma vez, no entanto, estão em cativeiro e paralisia, porque, como eu, não conheceram de maravilhosa oferta de nosso Senhor. Eles estão paralisadas, como eu estava, por o erro de pensar que nós mesmos devemos compartilhar em fazer o que só Deus pode fazer. JESUS​​, você sabe, faz duas ofertas para todos. Ele se oferece para nos libertar da penalidade do nosso pecado. E Ele se oferece para nos libertar do poder do pecado. Ambas as ofertas são feitas exatamente os mesmos termos: nós podemos aceitá-los apenas por deixá-lo fazer tudo.
Todo cristão aceitou a primeira oferta. Muitos cristãos não aceitaram a segunda oferta. Eles pensam erroneamente que, como eu, que eles devem ter algum papel na superação do poder de sua pecado; que os seus esforços, sua vontade, sua determinação, reforçou e ajudou pelo poder de Cristo, é o caminho para a vitória. E, enquanto eles acreditam erroneamente que isso, eles são como condenados para derrotar como eles seriam condenados à morte eterna, se a sua salvação dependia de sua trabalhar com Cristo para pagar a pena de seu pecado.
Foi bem dito que, embora todos os verdadeiros cristãos sabem que podem ter a sua justificação apenas pela fé, a maioria de nós foram educados a acreditar que "para a santificação, devemos remar nossa própria canoa. "E é por isso que muitos cristãos são justificados tão pateticamente, miseravelmente decepcionado com a questão de uma experiência gratificante, pessoal de santificação, ou a pé ", em novidade de vida. "
Dr. Scofield em conversa estava falando da experiência de up-and-down que tantos Os cristãos, ganhando um dia e não o outro, confessando os seus pecados e tentar novamente, e assim acontecendo no desânimo e derrota como uma experiência comum. "Isso", disse ele, "não é Experiência cristã, mas é a experiência do cristão. " E ele passou a dizer que "a experiência cristã, é totalmente o resultado do Produtor de Experiência cristã:. No Espírito Santo "Assim, quando os cristãos tentam participar na obra de produzindo sua experiência cristã, em vez de deixar o Espírito Santo fazer tudo isso, eles têm a experiência desanimador de muitos cristãos - que não é a experiência cristã.
Como você aceitar a oferta de liberdade de Cristo da penalidade de seus pecados? Você tomou isso como uma dom total. Pela fé, você deixá-lo fazer tudo. Você não vai aceitar a Sua oferta de imediato e total liberdade de o poder de seus pecados conhecidos, nos mesmos termos, e fazê-lo agora? isto é tanto um milagre como o milagre da regeneração. E isso é tão exclusivamente ao Senhor da trabalho.
Um amigo missionário veterano meu me disse há alguns anos que ele e alguns outros missionários na área externa, e não um grande tempo antes disso, havia dito um ao outro que suas próprias vidas diárias não eram do tipo descrito no Novo Testamento como característica dos primeiros cristãos.
Eles não sabiam o que estava acontecendo; eles só sabiam que ansiava por algo que eles fizeram não tem. E eles concordaram com o outro para ir a sós por alguns dias, se necessário, colocar toda a questão diante de Deus e pedir a Ele para dar-lhes o que eles não têm. eles fizeram isto; Deus tirou-lhes a sua palavra; e meu amigo, consagrada missionária e veterano Christian no serviço que ele já tinha sido, voltou um novo homem em Cristo, com uma vida nova e com um novo CHRIST. Ele disse outro missionário, uma jovem mulher de alto astral, alta-humorado, sobre o inteiro assunto. Ela viu a verdade, e foi habilitado de DEUS para reivindicar Cristo em sua plenitude, como get Vitória, pela fé, da mesma forma.
Poucos meses depois, meu amigo, em seguida, a uma distância de seu amigo missionário mais jovem, recebeu uma carta dela em que ela disse que ela precisa agora dizer a ele sobre as coisas maravilhosas que estavam acontecendo em sua vida. "Eu queria escrever-te em primeiro lugar", disse ela, "mas eu quase não ousou, pois eu estava medo que não iria durar. Mas durou, e oh, é tão maravilhoso! Por que ", continuou ela," assim como uma ilustração do que quero dizer, você sabe que não é apenas por três meses tenho nem uma vez bateu a porta na cara de um desses servos indianos estúpidas que costumavam me dão nos nervos assim, mas eu nem sequer queria uma vez nos três meses! "
E isso foi um milagre. Não escondendo de bater a porta - que não é milagre. Qualquer comum, pessoa não salva, que fica a meio caminho decente pode manter-se de bater a porta: definindo os dentes, usando a sua vontade, colocando as mãos atrás das costas, e com determinação não fazer o que ele sente fazendo. Não, não há milagre nisso. Mas para ir para três meses sem uma vez que querem: sem uma vez sentindo-se dentro de si aquela onda com raiva de irritação, de temperamento, que faz você quer mostrar seus sentimentos de alguma fora, forma descontrolada; não o seu coração dizer-lhe que na verdade seria um milagre em sua própria vida?
Mas isso é a oferta de Cristo para nós agora e aqui - a liberdade imediatamente e completamente de toda a o poder do pecado conhecido. Isso é o que Paulo queria dizer quando ele entrou para sempre fora do sétimo capítulo de Romanos para o oitavo; quando disse que no segundo verso do oitavo: "Porque a lei do Espírito da vida em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. "Você está regozijo em Cristo como sua vitória desta forma milagrosa?
Não me entenda mal; Não estou falando de qualquer idéia equivocada de perfeição sem pecado. Não é possível para qualquer um ter uma operação deste tipo com Cristo, como para capacitá-lo a dizer, também, "eu estou sem pecado ", ou" Eu nunca pode pecar novamente. "Este milagre é sustentada e continua em nossa vida apenas pela nossa contínua, fé momento a momento em nosso Salvador para o Seu momento a momento vitória sobre o poder do pecado. Mas Ele mesmo nos dará essa fé, e que continuará fé em nós a cada momento. Podemos e devemos, como Frances Ridley Havergal foi tão verdadeiramente disse: "confiar a Ele a nossa confiança." Quais são as condições desta vida vitoriosa? Apenas dois, e eles são muito simples. rendição e fé. "Deixar ir, e deixar Deus." Alguns cristãos não se renderam incondicionalmente ao domínio de Jesus Cristo. eles tem, como o Sr. McConkey coloca, rendeu seus pecados a Cristo, mas não as suas vontades. Se houver qualquer coisa em sua vida neste momento que você sabe que foram retenção da parte do Senhor, você não vai dar para ele agora? Você não vai apenas dizer-lhe que agora entregar a Ele, para o tempo e eternidade, tudo o que você tem e tudo o que você é, por sua maestria completa e uso e descarte? Cada hábito de sua vida, cada ambição, cada esperança, cada ente querido, cada posse, e si mesmo - tudo isso Ele deve ter se Ele é fazer ele mesmo não só o seu Salvador, mas o seu Life. That é o primeiro passo, a primeira das duas condições. Mas isso não é o todo. Talvez você fez este render muito tempo atrás, e foram perguntando por que você não teve a vitória que você desejou. A razão é que a vida de renúncia não é necessariamente a vida vitoriosa. lá há vitória sem rendição, mas pode haver renúncia sem vitória. Alguns de nós sabemos isso para a nossa tristeza. Podemos ter "deixar ir", mas se nós ainda não "deixar Deus" nós a certeza de ser derrotado. Podemos não ter percebido que o trabalho de vitória é total e exclusivamente de Deus. Para depois que você colocar-se sem reservas e completamente sob o domínio do Senhor JESUS ​​CRISTO, então você deve saber e lembre-se que ao mesmo tempo torna-se a sua responsabilidade, Seu - Eu digo que reverentemente - dever, para mantê-lo a partir do poder do pecado. Ele se compromete a fazê-lo. "O pecado não terá domínio sobre vós", diz Ele, "pois não estais sob a lei "(onde os seus trabalhos têm algo a ver com isso)", mas debaixo da graça "(Romanos 6:14) (onde eu faço isso) e em outros lugares Ele acrescenta: "A minha graça te basta" (II Corinthians 12:9). Por isso é que o nosso Senhor apenas está esperando por você, não para rezar pela vitória, mas para louvá-lo pela vitória. Muitos cristãos se renderam adiar e evitar a vitória em suas vidas, orando por ele, quando JESUS ​​foi esperando por eles para louvá-lo por isso. Como alguém disse, não estamos a pedir a Ele para fazer a Sua graça suficiente para nós. Ele nos diz que ele já é assim; e é nossa parte simplesmente para tomar Ele na Sua palavra e dizer: "Eu Te agradeço, Senhor". Vamos, portanto, afirmar todo o milagre bendito do Vida Vitoriosa agora, dizendo que esta frase simples juntos, em espírito de oração, cuidadosamente, percebendo o enorme significado da palavras, e em nossos corações, louvando a Deus que é verdade:
"Eu sei que JESUS ​​está atendendo todas as minhas necessidades agora, porque a Sua graça é suficiente para mim."

Final do capitulo 1 -Clique neste link para acessar o original em inglês. 




7 comentários:

  1. Realmente parece ser um livro super edificante. Eu ganhei um livro todo em inglês "God and Ronald Reagan - a spiritual life" e desejaria tanto uma tradução. Acho que vou fazer igual a tu - usar o google tradutor.

    www.ezequiel-domingues.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrsrs De vez em qdo ele me ajuda mesmo embora deixe a desejar, mas algumas vezes dá pra gente entender...rsrsrs

      Excluir
  2. Boa tarde, onde posso encontrar o livro completo há vitória em Cristo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. T respondi por email ta? To sem computador...Shalom. Izabel

      Excluir
  3. Olá, boa noite!
    Meu nome é Marcos, Gostei muito do primeiro capítulo do livro "Há Vitória Em Cristo", gostaria muito se possível colocar o segundo capítulo, pois o primeiro tem sido muito gradificânte para mim.
    Agradeço de já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos estou sem comp Mta dificuldade para navegar Por isso ainda não atualizei o blog!!! Mas assim q possível completo o seu pedido!!! Se eu conseguir o restante on line!! Ok? Shalom!! Izabel.

      Excluir